Olha só Cruel City (a.k.a Heartless City)

Quem diria que a luta entre traficante e policiais disfarçados poderia dar certo em um drama coreano?

Heartless city, com Lee Jae Yoon, Jung Kyung Ho e Nam Gyu Ri
Heartless city, com Lee Jae Yoon, Jung Kyung Ho e Nam Gyu Ri

Nome: Cruel City/ Heartless City/무정도시

Ano: 2014

Dá para olhar aqui

Sinopse: Seoul, Coreia do Sul. Era uma vez um traficante que está chegando cada vez mais ao topo da cadeia alimentar; Era uma vez, também, um policial e sua namorada que estão querendo chegar cada vez mais perto dessa tal cadeia. É assim que se desenvolve Heartless City: um correndo atrás do outro.

Porque olhar: Se você cansou do açúcar dos romances aqui está uma boa dose de sangue bem feito. O título inicial do drama – undercover – te dá uma ideia da sucessão de surpresas da qual esse drama é feito. A história principal é contada com alguns flashbacks mas sem deixar para trás a história que está rolando no momento. É o tipo de narração que eu adoro!

HC tapa

O desenrolar, como um todo, é um pouco previsível – admito –  mas o final tem espaços para uns bons xingamentos e “como assim(s)??”

O que ajuda na jornada: A história é contada de maneira tão fluída que 20 episódios não parecem nada. O Personagem de Jung Kyung Ho (Doctor´s son) é algo que dá gosto de ver. Eu já era fã desse ator desde que vi o filme “My Lovely Week” e me apaixonei mais ainda. Tá certo que o personagem em si é bastante inexpressivo, mas, quando se expressa, dá um show. Tem um ótima matéria sobre ele no BrazilKorea

HC why

Outra grata surpresa é o gatíssimo Lee Jae Yoon. Com uma atuação decente ele leva o drama até o fim e ainda serve de colírio para os nossos olhos

Aquele momento estranho de um ângulo estranho
Aquele momento estranho de um ângulo estranho

O que falar da química do casal principal? a atriz que faz par com o Doctor´s son também é uma grata surpresa; Nam Gyu Ri parece tanto uma boneca que eu julgava incapaz de atuar. Mas sim, ela faz um bom trabalho e nos presenteia com beijos como esse:

HC bj

O que não ajuda: O primeiro episódio e só! Devo confessar que o primeiro episódio não me atraiu de maneira nenhuma. Entre o primeiro e o segundo episódio demorei meses. Mas como tenho a política de largar um drama apenas no segundo episódio segui em frente. Ainda bem!

O primeiro episódio é realmente perdido porque parece que você pegou o bonde andando. Mas com o recurso dos flashbacks dá para pegar o bonde rapidinho.

O desenvolvimento do casal principal é, também, de certa forma duvidoso e pouco crível. O drama dá mais prioridade à briga de gato e rato do que aos pombinhos. Fazer o quê, né?

Em resumo: Cansou daquela velha história da mocinha correndo atrás do mocinho e vice versa? Esse drama é para você. Aqui quem corre é para salvar a própria vida.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s